Como se torna um árbitro de futebol

Você tem a curiosidade ou vontade de se tornar árbitro? Confira neste artigo como se torna um árbitro de futebol

O Brasil é um país conhecido por sua paixão pelo futebol. E em um ambiente onde a paixão dos torcedores por suas equipes é tocada e o entusiasmo dos atletas pela vitória às vezes ultrapassa os limites, desempenhar o papel de árbitro profissional torna-se um grande desafio.

Como se isso não bastasse, como os árbitros de futebol são profissionais autônomos, sem carteira assinada ou salário fixo, enfrentam maior instabilidade em suas carreiras. Isso força muitos a se dedicarem a um segundo comércio ao mesmo tempo.

Mas, embora não usufruam dos benefícios de um trabalho tradicional, os árbitros e assistentes são considerados funcionários.

Eles são assistidos pela Lei 12.867/2013, que regulamenta a profissão de árbitro de futebol. A legislação também prevê que a categoria terá a oportunidade de se organizar em associações profissionais e sindicatos.

Escola de árbitros

Em São Paulo existe a Escola de Árbitros Flávio Iazzetti, a primeira do gênero no país, fundada na década de 1940. A FPF (Federação Paulista de Futebol) é a responsável pela instituição de ensino.

Para ser admitido nesta escola, o candidato a árbitro passa por um processo de seleção com avaliação de qualificação de conhecimentos gerais de futebol, português, inglês e espanhol. Ao longo do curso, os alunos também passam por testes teóricos e físicos. O treinamento na Escola de Árbitros Flávio Iazzetti dura de 18 a 24 meses. O valor varia de turma para turma, mas segundo a FPF, o custo total do curso em 2021 é de R$ 6,8 mil.

Segundo a FPF, entre as qualidades desejáveis ​​para se tornar um arbitro de futebol, além, é claro, das habilidades técnicas e físicas que o trabalho exige, a personalidade de liderança e o espírito de equipe e a resiliência.

Após a conclusão do curso, o árbitro submete o pedido de admissão à comissão de arbitragem. A participação no curso não garante a sua aceitação, pois isso depende das necessidades atuais e do desempenho dos alunos no curso.

Formação profissional

O caminho para se tornar um árbitro profissional é longo e árduo.

Qualquer pessoa que queira se tornar um árbitro de futebol profissional deve ter pelo menos 18 anos e não mais de 25 anos.

O pré-requisito básico para iniciar a carreira é a participação em um curso oficial de formação de árbitros de futebol em seu estado federal, que dura em média dois anos.

Para participar do treinamento, o candidato deve ter concluído ou estar concluindo o terceiro ano do ensino médio.

Em um curso, o candidato é apresentado às regras do jogo e suas interpretações, além de aprender sobre regras de competição, sinalização, mecânica de arbitragem, recomendações, relatórios, entre outros procedimentos relacionados e decorrentes da prática de campo.

Após a aprovação no curso, o novo árbitro está apto a apitar partidas nacionais de torneios de base, que podem ser crianças ou jovens.

Dependendo de seu progresso e sucesso, ele poderá subir na escada e comandar jogos na quarta ou terceira liga nacional.

Somente após alguns anos de experiência ele estará pronto para apitar partidas na primeira divisão de seu estado.

Durante este tempo, desde partidas amadoras até partidas profissionais, o árbitro é submetido a constantes avaliações por parte dos treinadores. O objetivo é acompanhar o seu desenvolvimento e estimular a melhoria do seu potencial de crescimento.

O árbitro deve apresentar uma evolução no seu desempenho e cumprir os requisitos necessários para poder integrar a equipa nacional.

E então tiramos a sua duvida de como se torna um árbitro de futebol ?

Artigo anteriorApps para organizar futebol
Próximo artigoComo ser um Gandula