Russia fora da copa do mundo de 2022

Devido ao conflito de guerra com a invasão da Rússia a Ucrânia, a FIFA anunciou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que a Rússia está fora da Copa do Catar, em dezembro de 2022. A entidade já havia divulgado o primeiro pacote de sanções contra a Rússia, medidas tomadas em coordenação com a UEFA, seguindo as recomendações do Comitê Olímpico Internacional (COI).

as sanções era que nenhuma competição internacional seria disputada na Rússia. A seleção russa faria seus jogos em casa em campo neutro e sem público, e não poderia competir sob a bandeira do país e seu hino não seria tocado, destaca o comunicado divulgado pela entidade. A associação que representa a Rússia deveria participar em qualquer competição sob o nome de ‘Russia Football Union’ (RFU) e não ‘Rússia’.

Como a punição é contra a Federação Russa de Futebol, também afeta todos os outras seleções russas, incluindo a seleção feminina – que estará fora do próximo Europeu, em julho, na Inglaterra – e os juvenis, além de clubes locais, que não poderão disputar partidas em competições como a Copa dos Campeões e Liga Europa.

Rússia nas Eliminatórias da Copa do Mundo

Após disputar dez rodadas nas Eliminatórias da Copa do Catar pela Europa, a Rússia terminou em segundo lugar no grupo H com 22 pontos, ou seja, venceu sete partidas, empatou uma e perdeu duas, ficando atrás somente da Croácia, que se garantiu de maneira direta até a competição da FIFA.

Após o sorteio realizado pela UEFA, a entidade responsável por organizar as Eliminatórias para a Copa no continente, ficou definido que a Rússia enfrentaria a Polônia na semifinal do torneio, onde o vencedor segue até a final para jogar contra Suécia ou República Tcheca.

Entretanto, com a guerra dos russos com a Ucrânia, jogadores da Polônia se mostraram contrárias à ideia de entrar em campo contra o adversário. A Federação da Polônia de Futebol se pronunciou em 27 de fevereiro e mostrou não querer jogar. Jogadores do time nacional, como Robert Lewandowski, também se mostraram contrários a opção de jogar.

Com a decisão da FIFA e UEFA, a Polônia ganhou por 3 a 0, com o WO, e avança para a final da repescagem eliminatória da temporada. Agora, vai enfrentar a Suécia ou República Tcheca.

E as equipes russas?

Se a Rússia está fora das Eliminatórias e da Copa do Mundo, as equipes russas também foram excluídas de jogar nos torneios da UEFA, como Liga dos Campeões, Liga Europa e Liga da Conferência.

A equipe do Spartak Moscou, da capital do país, foi oficialmente eliminada da Liga Europa. O elenco se classificou após terminar em primeiro lugar no grupo C, com 10 pontos, e enfrentaria o RB Leipzig nas oitavas de final após o sorteio da UEFA na semana passada.

Agora, o time alemão avança direto para a final das quartas de final.

O que a Rússia diz sobre a suspensão?

Horas após a decisão da FIFA e da UEFA de suspender a Rússia da Copa do Mundo e também das seleções do país, a Federação Russa de Futebol se posicionou  contra as decisões das entidades.

A FUR ainda pode recorrer ao TAS, o Tribunal Arbitral do Esporte, onde, se a guerra entre os dois países cessar, as suspensões podem cair e as equipes recuperam os direitos de jogo.

“A União de Futebol da Rússia (FUR) se opõe categoricamente à decisão da FIFA e da UEFA de suspender todas as equipes russas das competições internacionais até novo aviso.

Acreditamos que essa decisão é tanto uma violação de todos os padrões e princípios que regem a competição internacional quanto contra o espírito esportivo e o jogo limpo.

É explicitamente discriminatório e afeta um enorme número de atletas, treinadores e treinadores, dirigentes de clubes e seleções e, mais importante, milhões de torcedores russos e internacionais, cujos interesses, certamente, devem ser a prioridade de todas as organizações esportivas internacionais.

Ações desse tipo são extremamente divisivas para a comunidade esportiva internacional, que até agora sempre aderiu aos princípios de igualdade, respeito mútuo e independência da política.

A FUR reserva-se o direito de contestar esta decisão da FIFA e da UEFA, de acordo com a lei desportiva internacional”.

Artigo anteriorQuais são as chances de uma 3º Guerra Mundial
Próximo artigoAplicativo do Flamengo